quarta-feira, 8 de junho de 2016

SOU MULHER

eu resolvi compartilhar esse belo poema feita pela Lizandra Souza (a criadora Diarios de uma Feminista) e alias leia bem deste poema maravilhoso

Sou livre
Sou linda
Sou o que quero ser
Sou minha
Não de quem quiser me ter.

Sou louca
Sou luta
Sou cor
Sou amor

Se caio
Não paro
Sou mulher
Sou poder
Sou o que quero ser
Sou minha
E não de quem quiser me ter.

Se me dou
E me firo
Regenero-me
Sou fênix-mulher
Renasço de minhas cinzas
E minhas cicatrizes viram poesia
Nessa luta de ser o que se é.

Sou mulher
Sou revolução
Carrego comigo
A história das bruxas
Queimadas
Em meu coração.
Sou mulher
Sou o que quero ser
Sou minha
E não de quem quiser me ter.

Faço de minha existência
Minha resistência
Minha dor
Vira luta
Mulher guerreira
É o que eu sou
Sou o que quero ser
Sou minha
E não de quem quiser me ter.

creditos: Lizandra Souza e o blog Diarios de uma Feminista

Nenhum comentário:

Postar um comentário