sábado, 29 de julho de 2017

EU ERA CRIANÇA E ADOLESCENTE MUITO MAS MUITO PRECONCEITUOSA E COMO EU MUDEI E DEIXEI DE TER PRECONCEITO DE TUDO

Manxs
o post anterior falava como eu virei uma feminista sendo uma garota normal e falava que eu era como os Bolsominions e moleques zueros BR de hoje que eu era conservadora e reaça mas muito tempo quando eu era criança e adolescente eu era muito mas muito preconceituosa mesmo que eu nao gostava da minoria (pessoas pobres,negras e gordas) e eu tinha um pensamento de um neonazista e voces iram me xingar nos dias de hoje

eu vou contar uma historia sobre a minha infância e a minha adolescencia para voces quero que voces entendam isso e leiam muito bem sobre o texto que vai ter textao

ninguem nasce sabendo o que é certo o errado e principalmente uma cabeça de uma criança e todos eramos criança e todo mundo era criança um dia e nao sabia de nada e eu tive uma infância terrível na escola porque eu era uma criança que nao gostava de regras e ter uma liberdade simplesmente eu era uma criança muito feliz mas  tinha uma professora que nao gostava de mim porque ela dava bronca sem motivo nenhum e quando os meninos fazem a brincadeira muito sem graça comigo eu queria me defender e simplesmente batia neles pra eles me deixarem em paz sim eu era uma criança muito agressiva porque eu queria me defender mas como voces já sabem que violencia nao se resolve com violencia (e um aviso para os diretistas que quer resolver acabar com violência pegando uma arma e matando todo mundo que nao resolve NADA mesmo) foi nessa epoca quando eu tinha 8 anos que eu começava a ter preconceito da minoria porque  a escola que eu estudava que tinha uma professora que é loira e branca e tinha duas filhas negras que eu via que ela sempre brigava com as duas filhas negras sempre brigava quer dizer ela é uma pessima mae e ela dava bronca em mim sem motivo nenhum era pequena e pobre que nao parece escola normal mas sim uma casa comum de um familia e eu nao gostava deste colegio porque era pobre e tinha crianças pobres e eu possivelmente eu era unica ´´rica´´  que estudava essa escola e pode ser isso que aquela professora que dava bronca comigo e eu simplesmente eu fazia cartas de despedida e pedindo que eu saísse no colegio e ir no colegio rico porque eu via outras crianças de familia rica indo nos colegios ricos e eu como a neta de um militar estudava um colegio que tinha as crianças humildes ou moradores da favela e eu nao gostava do colegio,das professoras e das colegas que eram pobres e por isso que elas me afastaram e nao quis fazer amizade comigo porque eu era muito preconceituosa e muito orgulhosa e eu queria muito sair essa escola mas a minha mae (o meu pai me abandonou quando eu era bebe) quer que continue ficar com esse colegio pobre ate a 4 serie e fora do colegio eu me sentia que,com o corpo errado (porque eu era uma criança gordinha) e com a cor da pele errada porque eu queria ser uma criança branca
continuando esse assunto que eu queria ser uma criança branca e loira porque eu nao gostava da minha pele que é negra e nao gostava das bonecas negras mas sim das bonecas brancas e loiras como a Barbie e eu queria ser igual a Barbie loira,branca de olhos claros e eu nao gostava de cabelo cacheados porque eu queria ter um cabelo liso igual das moças da tv.
quando eu tinha 10 anos e estudava ainda no colegio pobre tinha um menino negro que fazia brincadeira sem graça mas quando as professoras deste colegio que dizem que seria ´´´namorada´´ perfeita para esse menino e elas tambem botaram eu como par deste menino na festa junina mas eu nao gostava dele mesmo e nao me sentia bem ficar perto dele e para piorar eu achava ele feio e pobre.
indo pra quinta serie eu saia esse colegio pobre que tinha criança pobre para o colegio mais caro de Niteroi que era o Plinio Leite que nao tinha mais criança pequena me atrapalhando (eu tambem nao gostava de criança 0 até 5 anos) nao tinha professores me dando bronca mas tinha colegas que me julgava e me afastava sem motivo nenhum sempre eu era ultima a ser escolhida nas aulas de ED Fisica e eu nao gostava esse tipo de aula porque durante futebol me batia e me empurrava e eu simplesmente nao gostava mas continuando,tinha um problema os alunos mais velhos começa a fazer brincadeiras de pessimo gosto porque eu tinha 12 anos e gorda fazia brincadeiras como por exemplo que eu deveria namorar com gordo.
voce já viu uma negra gorda sendo gordofobica e racista porque quando eu era criança era sm porque eu vejo as meninas magras namorando com os garotos bonitos e eles querem que namore com o gordo para as pessoas continuar fazendo brincadeiras de pessimo gosto porque existem pessoas que fazem ofensas com o casal gordo eles querem isso.repetindo eu nao gostava de mim da minha pele,do meu corpo e do meu cabelo e eu pensava que queria nascer de novo e ser outra pessoa mas tem outro lado fazia amigas sim do Plinio Leite que era brancas e loiras e elas sao legais mas ai a minha mae me via sem amigos mas me forçou a ser amiga da menina negra e humilde mas eu nao gostava dela porque era muito diferente das meninas do Plinio Leite.
eu nao gostava do meu cabelo cacheado e gostava de fazer escova para ficar durante adolescencia  e alias eu queria nascer de cabelo liso.


mas o tempo passa mas eu percebi que eu era uma pessoa muito errada e sem coraçao que tinha odio de tudo sem motivo nenhum que eu percebi que a cor da minha pele é muito bonita e o Brasil é um pais de misturas de varias cores e meu avo era negro mesmo e a minha avo era branca e teve filhos mestiços e cada um é mestiço e eu sou mestiça e quase ninguem tem uma raça branca pura nesse pais sim existe brancos que é descendente de africano e foram esses africanos que deixou o pais crescer mas infelizmente eles sofreram muito durante a escravidão e sim tinha racismo naquele tempo.
eu estava vendo as noticias de midia que as pessoas pobres e moradores da favela tem muito sonhos e ficam lutando para realizar os sonhos, tem professores negros,empresarios negros e ate advogados negros e eu começava refletir e deixava a ser uma garota preconceituosa e começava a gostar da minha pele e do meu cabelo que é cacheado na verdade nao existe cabelo ruim e todos os cabelos sao bonitos mesmo e de todas as formas
e nao existe uma pessoa perfeita e de corpo perfeito e afnal todos corpos eu repito TODOS os corpos sao lindos e eu vou dizer para voces o importante que esta dentro e nao pra fora por isso que existem pessoas que dizem que sao bonitas e perfeitas mas por dentro nao tem coraçao e sao muito sujos por isso voces ver os machos bonitos pelo rosto que falam merda nas redes sociais de namoro.

eu vou dizer para voces aqueles adolescentes zueros de 12 ate 17 anos que estao no grupo do facebook que fazem ataque com os discursos misoginos,racistas e homofobicos nas redes sociais vao se arrepender o que fizeram porque todo adolescente faz merda e vao crescer e vao virar adultos e com a cabeça amadurecida e muito adulta e por isso eles vao se arrepender e vao pedir desculpas sinceras para as mulheres,xs negrxs e pros LGBTs no futuro e para mostrar que eles eram tao preconceituosos e muito errado

eu nao sou mais uma criança e adolescente mas sim uma mulher de 24 anos com a cabeça madura os adolescentes ´´zueros´´ Br eram eu quando eu era adolescente que tinha preconceito de tudo mas sem motivo mas eu percebi que eu estava errada totalmente errada porque a minoria nao me trataram mal lembra da professora que eu citei que me tratou muito mal pois é ela era loira e de olhos verdes e nao gostava de mim só porque eu era ´´rica´´ do colegio pobre.

a primeira coisa que eu devo falar que deve sentir raiva da pessoa que te tratou mal que ofendeu e agrediu voce sem motivo nenhum

segundo veja como é a pessoa que te tratou muito mal ou que foram preconceituosa com voce por exemplo todas as professoras que me ofenderam sem motivo nenhum eram brancas e sao muito preconceituosas

 e eu sei o motivo porque eu era tao preconceituosa eu era muito antissocial e os colegas simplesmente me rejeitaram só porque eu era gorda por isso eu tenho muita raiva deles

a ultima coisa que eu devo dizer pra voce que tem raiva de tudo e preconceito sem motivo nenhum deve ir urgentemente para o psicologo para tratar o seu problema e se abrir para ele para falar o que esta sentindo profundamente como eu estou fazendo atualmente porque eu tenho uma psicologa para tratar o meu problema que eu tenho um pavio muito curto  e estou tomando remedios para tratar o meu problema

e todas as pessoas e eu digo TODAS as pessoas negras,gordas,com deficiência fisica ou mental,LGBTs e pobres sao humanos e teve ter um coraçao bom e nao sao pessoas más e as pesssoas más sao as pessoas que te ofenderam,tem raiva e ter preconceito de tudo sem motivo.

eu tenho recado para voces pessoas que tem raiva de tudo e preconceito de tudo pensa bem como voce é e como voce trata as pessoas que nao conhece ou nao tratou mal e pensa bem que voce é muito ignorante e pessima pessoa e vao se arrepender as besteiras que voces fizeram, pesquise o passado da sua familia e ver-se que tem um africano na sua familia  por exemplo e pensa bem antes de falar para nao ofender e magoar a pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário